sexta-feira, 19 de abril de 2013

Sempre foi assim

Desde ontem que olho para o céu e viajo em meus pensamentos lembrando de você. Confesso que amei você sozinho por dois dias antes de me declarar olhando nos seus olhos. Pela primeira vez na minha vida, me entreguei sem medo de machucar minha alma, meus pensamentos, minha vida.
Sua atitude ao olhar nos meus olhos, não foi a que eu esperava, não mesmo. Isso me retraiu? Jamais... Continuei a me declarar, lembra-se, meu amor?
Você vive me surpreendendo. Lembro-me de uma cena muito linda  e emociono-me ao recordar: você indo à minha casa por duas vezes no mesmo dia, ou melhor, na mesma noite. O motivo? Um único motivo. Fazer o coração bater cada vez mais forte.
Lembra a primeira vez que eu disse "eu te amo"? É claro que você já me amava. Estava tudo escrito. Tudo era para ser do mesmo jeito que aconteceu. Você não me disse "eu te amo" imediatamente. Você quase disse outro dia ali atrás. Ah!, e quando, antes de chegar em casa, na minha casa, você, saindo da sua casa, dizia: não, não é verdade, não posso estar amando, risos... Mas era, minha vida, era tudo verdade. Já éramos "Nós", já estávamos juntos, nos amamos desde sempre! Quem te disse que eu não sou seu namorado? Fala pra mim! A vida que temos juntos é maravilhosa. Amo os momentos que estamos juntos. Sabemos que nunca fomos apaixonados um pelo outro. Isso é verdade. Paixão é passageira. Não a descarto. Mas quer saber? O amor é sentir. O amor é o que vivemos. O amor é para sempre. Fica comigo hoje, amanhã, depois, depois, depois.... Eu amo você.
Tenho essa conversa com vohoje e quero que o mundo leia o que escrevo. Minhas palavras vão ao longe. Faço questão que o universo ouça o batimento do meu coração dirigindo-se para o seu.
Amor da minha vida, não me lembro quando comecei a amar você. Não me lembro quando comecei a cuidar de você. Mas tenha certeza que você é o amor da minha vida. Você é a mulher que faz meu coração acelerar. Você é a parte que me faltava. Você é a minha flor. A flor mais linda do meu jardim..porque você toda é o meu jardim...
E onde tudo começou, fomos nos emocionar. Como dois adolescentes, vivemos cada lembrança, cada carinho, cada toque, cada momento... Choramos? Sim, bastante. Mas foram lágrimas de amor.
Minha flor, estou aqui. Está ouvindo meus passos? Estou por perto. Estou no seu ombro. Dizendo tudo o que gosta de ouvir. Vem gozar comigo. Sempre foi assim.  
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário